Bloqueador de BBB nas redes sociais

App que bloqueia notícias sobre o BBB
Para a emissora, app como o No BBB só reforça o poder de alcance do programa na web; desenvolvedor explica a criação do aplicativo
Falem mal, mas falem de mim. É com essa antiga máxima que a Globo está encarando a grande repercussão do aplicativo No BBB, que virou notícia essa semana nas redes sociais e nos portais jornalísticos ao prometer bloquear as mensagens do Twitter e Facebook que contenham as palavras Big Brother Brasil ou BBB. 

Questionada sobre o aplicativo – que desde terça-feira, 10, dia da estreia do programa, vem ganhando alta repercussão entre os internautas – a Central Globo de Comunicação (CGCom) acredita que a ideia de criar uma maneira de barrar o conteúdo do programa é uma prova clara de seu sucesso e força no ambiente da web. “O site do BBB e a repercussão do programa nas mídias sociais, desde o momento em que as inscrições são abertas, são exemplos de sucesso na internet há muitos anos. A iniciativa de bloquear tais assuntos, por si só, já dá a dimensão do sucesso do programa na Internet”, disse a CGCom, em comunicado.

De fato, o assunto Big Brother vira o tema principal da web assim que cada nova edição do reality entra no ar, gerando um acalorado embate entre os fãs da atração e o grupo que abomina o programa. Partidário dessa segunda turma, o programador e engenheiro de software, Luis César Coimbra, teve a ideia assim que começou a ver, na internet, as reclamações de seus amigos sobre o início do programa e as inúmeras mensagens que ele geraria.

Então, quatro dias antes do BBB 12 entrar no ar, Coimbra passou uma madrugada em claro para desenvolver o app No BBB, publicando-o, posteriormente, na web store do navegador Google Chrome. A repercussão foi uma surpresa até para ele. “Comecei a divulgar o No BBB entre meus amigos do Facebook. Minha intenção era poder jogar o link no ar, quando alguém comentasse que não aguentava mais ouvir falar do programa. Mas nunca imaginei que se espalharia tão rápido”, espanta-se o desenvolvedor, em entrevista ao Meio & Mensagem.

Coimbra não tem precisão exata da quantidade de downloads de seu aplicativo. Até essa quinta-feira, 12, a web store do Google Chrome indicava 3500 downloads. As páginas de outros sites que ofereciam o aplicativo, porém, apresentavam números superiores a 15 mil downloads.
Sobre as possíveis críticas dos ardorosos fãs do BBB, o criador do app se mostra tranquilo. “Não vi reclamações ainda. Pelo contrário, vi muitos, muitos, muitos elogios. Fiquei muito contente com isso. Muitas pessoas fazem brincadeiras dizendo que foi o melhor app do ano”, diverte-se. 
Disponível somente no Google Chrome, o aplicativo faz uma espécie de distorção em todas as mensagens de amigos do Facebook ou do Twitter que mencionem o nome do reality. O bloqueio, no entanto, não impede a visualização. Se o usuário quiser ler o conteúdo, basta clicar sobre a mensagem para que a visualização fique clara.

Confira "Vaza áudio da Monique falando sobre o suposto estupro no BBB"


Via [Meio & Mensagem]
Share on Google Plus

About Fabiano

    Blogger Comment
    Facebook Comment